TRT e infertilidade masculina

Quando um homem está com os níveis de testosterona abaixo do normal, dizemos que ele tem uma doença chamada hipogonadismo. Mas nem sempre o hipogonadismo causa infertilidade, já que frequentemente os níveis de testosterona nos testículos, onde o esperma é produzido, são maiores do que no sangue. Também temos outros hormônios que estimulam a produção do esperma e garantindo a fertilidade nestes casos.

Mas se a falta de testosterona não causa infertilidade, qual a relação deste hormônio com o tema?

A infertilidade pode afetar justamente aqueles homens que fazem a reposição de testosterona, já que o nosso corpo entende que não precisa mais produzi-la. Para elevar os níveis de testosterona no nosso corpo, acabamos por diminuir a produção endógena do hormônio, ou seja, o nosso organismo diminui a nossa auto-produção, o que levara a supressão das funções dos testículos e a longo prazo atrofia.

Este problema é muito comum em homens que, sem necessidade fisiológica, fazem o uso de testosterona para fins estéticos, já que o hormônio contribui muito para o ganho de massa muscular.

Então como tratar a deficiência de testosterona?

Este tratamento não é tão simples e exige um conhecimento profundo em andrologia, mas há hoje no mercado outras opções de medicamentos que contribuem para aumentar os níveis de testosterona e recuperar a fertilidade deste homem.

Hoje temos pelo menos 3 estratégias interessantes de tratamento para o hipogonadismo e que devem ser seguidas também com base em outros aspectos da saúde do paciente. A infertilidade causada pela TRT geralmente é reversível. Falamos sobre elas no site do Lab Saúde Reprodutiva clicando aqui.


Artigos mais lidos

Locais de atuação

Dr. Conrado Alvarenga


Membro da Divisão de Urologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Localização


Rua Oscar Freire, 2250
Unidades T8/T9/T10
Oscar Freire Office São Paulo

Fale conosco


(+55 11) 3081-6851
conradoalvarenga@alumni.usp.br