Parte hormonal em pacientes azoospérmicos

Tanto em pacientes com azoospermia transitória, que é o caso de pós-anabólicos, quanto naqueles com azoospermia não transitória, que normalmente são aquelas não obstrutivas, a parte hormonal é extremamente importante.

A azoospermia é complexa e merece mais atenção hormonal, principalmente em homens hipogonádicos (níveis baixos de testosterona). Alguns trabalhos como do Koji Shiraishi e do Craig Niederberger mostram que em uma porcentagem considerável dos casos a correção do hipogonadismo pode fazer com que apareçam espermatozoides no ejaculado, ainda que em quantidades pequenas.

Este tema ainda gera muitas dúvidas tanto para médicos, quanto para pacientes. Recebo muitas mensagens de pacientes com diagnóstico de azoospermia que não passaram por investigação completa. Então fica o recado para considerarmos mais atenção para a parte hormonal também.


Artigos mais lidos

Locais de atuação

Dr. Conrado Alvarenga


Membro da Divisão de Urologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Localização


Rua Oscar Freire, 2250
Unidades T8/T9/T10
Oscar Freire Office São Paulo

Fale conosco


(+55 11) 3081-6851
conradoalvarenga@alumni.usp.br