• Início
  • Blog
  • Cigarro não combina com fertilidade no homem

Cigarro não combina com fertilidade no homem

É de conhecimento da maioria da população que o fumo é causa de muitas complicações na saúde do ser humano, principalmente problemas no trato respiratório e câncer (de boca, pulmão, laringe, etc). Porém o que muitos talvez não saibam é que o cigarro também é um vilão para a fertilidade e para a sexualidade masculina. Para se ter uma idéia simples: Homens e mulheres fumantes têm 3 vezes mais chances de sofrerem de infertilidade que não fumantes.

No homem, inúmeros estudos de literatura já comprovaram que o cigarro pode alterar o volume do sêmen e prejudicar diretamente sua qualidade, causando alterações na concentração e na motilidade dos espermatozóides. Além disso pode levar ao número de leucócitos no sêmen (células marcadoras de inflamação).

Fumantes também possuem mais radicais livres de oxigênio no sêmen, que promovem uma situação conhecida como estresse oxidativo e podem estar relacionados à aumento da fragmentação do DNA do espermatozóide. Altos índices de DNA fragmentado podem indicar baixa capacidade de fecundação, aumento nas taxas de aborto e aumento no número de ciclos necessários de fertilização para se atingir a tão sonhada gravidez. É importante lembrar que fumantes passivos, com exposição excessiva ao cigarro, possuem também maior incidência dessas alterações.

fertilidade cigarros

Poderíamos citar inúmeras outras alterações ruins causadas pelos componentes do cigarro na fertilidade masculina, o importante é deixar a mensagem que cigarro e fertilidade não combinam e que fumantes estão sob risco maior de infertilidade.


Locais de atuação

Dr. Conrado Alvarenga


Membro da Divisão de Urologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Localização


Rua Oscar Freire, 2250
Unidades T8/T9/T10
Oscar Freire Office São Paulo

Fale conosco


(+55 11) 3081-6851
conrado@conradoalvarenga.com.br