Testosterona e fertilidade

conrado alvarenga urologista rh p7

O uso de androgênios exógenos em homens jovens ( principalmente testosterona sobre as mais diversas formas – gel, injetáveis, comprimidos, etc ) é extremamente deletério, mesmo com acompanhamento médico, e mesmo com a falsa idéia da possibilidade de reversão com Terapia Pós Ciclo ( a famosa TPC ).

Estamos vivendo uma fase de conhecermos melhor cientificamente os reais efeitos positivos e negativos da reposição hormonal masculina e nos próximos anos o conhecimento nesta área se aprofundará mais ainda.

O fato é que não ficou claro ainda para muitos jovens a diferença entre reposição hormonal masculina para andropausa ( hoje conhecida como DAEM ) e anabolização ou modulação. Há relatos de baixíssimas doses de androgênios já levando à atrofia e fibrose intersticial testicular e inúmeros casos onde mesmo após cessar o uso dos hormônios não conseguimos mais recuperar o eixo hipotálamo-hipofisário-testicular. HOMENS JOVENS SEM FILHOS NAO PODEM USAR TESTOSTERONA.

As estratégias mais atuais de manejo clínico do hipogonadismo em jovens são desafiadoras pois envolvem o uso de gonadotrofinas e quase todas estas são off-label. Antes de se iniciar o tratamento do hipogonadismo em jovens os exames de sangue com perfil hormonal completo serão fundamentais. Após a avaliação clínica e hormonal, decidiremos principalmente baseados nos níveis de gonadotrofinas ( LH e FSH ), qual melhor caminho para recuperação do eixo-hormonal.

Dr. Conrado Alvarenga
Urologista
HC-FMUSP

Locais de atuação

Dr. Conrado Alvarenga


Membro da Divisão de Urologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Localização


Rua Oscar Freire, 2250
Unidades T8/T9/T10
Oscar Freire Office São Paulo

Fale conosco


(+55 11) 3081-6851
conrado@conradoalvarenga.com.br