Blog

A cirurgia para correção de varicocele pode permitir uso de técnicas de reprodução assistidas menos invasivas

A cirurgia para correção de varicocele pode permitir uso de técnicas de reprodução assistidas menos invasivas

Samplaski MK, Lo KC, Grober, ED, Zini A, Jarvi KA. Fertility and Sterility, v. 108, n. 04, outubro 2017

A varicocele é uma dilatação anormal das veias dos testículos (plexo pampiniforme), formando "varizes" e mantendo o sangue ao redor do testículo, o que provoca um aumento da temperatura testicular. O testículos, por serem a fonte da produção de espermatozoides, localizam-se fora da cavidade abdominal, onde a temperatura é até 2°C abaixo da temperatura corporal. Na presença de varicocele, o aumento de temperatura pode diminuir a produção e altera a função dos espermatozoides. Assim, a varicocele é um fator comum, porém absolutamente tratável, de infertilidade masculina.

Continue lendo

Variações nos parâmetros seminais e a influência no resultado do espermograma

Variações nos parâmetros seminais e a influência no resultado do espermograma

                   O potencial de fertilidade masculino é inicialmente avaliado pelo exame de espermograma, quando a amostra de sêmen é geralmente obtida por masturbação. No ano de 2010, a Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou um novo manual laboratorial com os parâmetros a serem analisados no espermograma, o que permite avaliar a qualidade seminal. Alguns fatores influenciam diretamente o resultado da qualidade seminal no espermograma, entre eles: a coleta da amostra completa; os produtos das glândulas acessórias; o número de dias de abstinência sexual e o tamanho do testículo influenciam a concentração de espermatozoides por ejaculado. Cerca de 85% dos espermatozoides encontra-se no primeiro jato de ejaculado.  Assim, é muito importante que este primeiro jato seja coletado para a análise seminal. As glândulas acessórias são as vesículas seminais, a próstata e as glândulas bulbouretrais, responsáveis pela formação do plasma seminal

Continue lendo

Preparo do sêmen para seleção de espermatozoides: entenda algumas dicas

Preparo do sêmen para seleção de espermatozoides: entenda algumas dicas

               Depois da coleta do sêmen, o esperma deve ser separado do plasma seminal em até uma hora após a ejaculação. O processamento seminal é um conjunto de técnicas laboratoriais cujo objetivo é aumentar a concentração de espermatozóides de alta qualidade, selecionando os melhores gametas e removendo as toxinas e contaminantes do plasma seminal, além de espermatozoides imóveis e células imaturas. Quando o preparo seminal é realizado durante a fase de investigação clínica do casal, é denominado processamento diagnóstico.   

               Quando o preparo seminal é realizado para fins de uso em procedimentos de reprodução assistida, denominamos processamento terapêutico. Existem alguns métodos de processamento seminal, e a escolha do método dependerá da qualidade do esperma pré-processamento, que determinará, por sua vez, qual procedimento reprodutivo será realizado, se inseminação intra-uterina ou fertilização in vitro. As principais técnicas utilizadas na rotina laboratorial são a migração ascendente (swim up), e o gradiente descontínuo de densidade.

Continue lendo

Métodos avançados para a seleção de espermatozoides de boa qualidade

Métodos avançados para a seleção de espermatozoides de boa qualidade

              Além dos métodos básicos de preparo seminal via processamento seminal, outras metodologias são utilizadas na seleção de espermatozoides de alta qualidade. No início dos anos 90, a técnica de Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides (ICSI) aumentou as taxas de fertilização, mas não aumentou significativamente a taxa de nascidos vivos, principalmente devido à alta incidência de alterações cromossômicas.

             Esta é uma consequência direta da incapacidade da ICSI para detectar especificamente espermatozóides de boa qualidade. Em 2001 foi descrita uma nova metodologia de avaliação morfológica dos espermatozoides em tempo real (MSOME), o que permite a observação da ultramorfologia do esperma em uma ampliação de 1.500 a até 6 mil vezes. Com esta técnica, é possível avaliar estruturas dos espermatozoides que não são visíveis em microscópios convencionais. A injeção de espermatozoides morfologicamente selecionados pelo MSOME é chamada de IMSI. As comparações dos resultados clínicos após ICSI comparados a IMSI revelaram que, enquanto que as taxas de fertilização não são significativamente diferentes, o IMSI resulta em taxa menor de aborto e maiores taxas de implantação.

Continue lendo

Efeitos da suplementacao com anti oxidantes nos parâmetros seminais de pacientes com oligo-asteno-teratozoospermia, com e sem varicocele- estudo duplo cego controlado da italia – Universidade de Roma 2017

Efeitos da suplementacao com anti oxidantes nos parâmetros seminais de pacientes com oligo-asteno-teratozoospermia, com e sem varicocele- estudo duplo cego controlado da italia – Universidade de Roma 2017

Baixar Estudo em PDF - Conrado Alvarenga

Muitos fatores alteram a qualidade seminal através do mecanismo de aumento do estresse oxidativo, com maior liberação de radicais livres de oxigênio no sêmen. Os ROS, como sao conhecidos os radicais livres de oxigênio, causam comprometimento da motilidade, da reação acrossomica, morfologia e nos índices de fragmentação de DNA. Alem disso aumentam as taxas de morte celular programada.

Para avaliar os efeitos da suplementação com L-carnitina, frutose, selênio, vitamina C e B12, zinco e vitamina E nos parâmetros de qualidade seminal, este grupo italiano estudou 104 homens com recrutados ao longo de 6 meses, 52 para uso de anti-oxidantes e 52 para uso de placebo.  Os resultados foram supreendentes: mesmos os pacientes com varicocele que receberam suplementação a contagem espermática foi superior ao grupo com varicocele que recebeu apenas placebo, após 6 meses de uso.

Baixar Estudo (idioma: Inglês) - PDF

Continue lendo

Prevalência de baixa testosterona em homens com diabetes mellitus tipo 2.

Prevalência de baixa testosterona em homens com diabetes mellitus tipo 2.

O objetivo desse trabalho foi avaliar a prevalência de hipogonadismo em conjunto com a deficiência de andrógeno em 900 homens com diabetes mellitus tipo 2 na Índia. A prevalência de hipogonadismo foi de 20,7%, sendo maior que na população geral. O hipogonadismo foi de origem testicular (primária) em 25,8% pacientes, de origem pituitária ou hipotalâmica (secundária) em 7,53% e o restante (66,67%) apresentou baixos niveis de testosterona, com alteração do nível de LH e FSH. Cerca de 50% do total de pacientes avaliados no estudo eram sintomáticos, mas apresentaram níveis normais de testosterona. Aproximadamente 30% dos pacientes eram assintomáticos, dos quais a minoria (cerca de 6%) tinham baixos níveis de testosterona enquanto os demais apresentaram níveis normais.

A implementação de programas de rastreio em diabéticos é necessária para detecção precoce de homens com alterações na testosterona. Indian journal of endocrinology and metabolism. 0000 Jan [Epub] Pankaj Kumar Agarwal, Parminder Singh, Subhankar Chowdhury, S K Sharma, Anirban Majumdar, Parag Shah, Rakesh Sahay, S Vageesh Ayyar, Hemant Phatale, Chandar M Batra, Raeesuddin Syed, Pradeep Shetty

Continue lendo

Deficiência androgênica relacionada à idade e hiperplasia prostática benigna: como melhorar a reabilitação dos pacientes após cirurgia transuretral?

Deficiência androgênica relacionada à idade e hiperplasia prostática benigna: como melhorar a reabilitação dos pacientes após cirurgia transuretral?

A deficiência de andrógenos relacionada à idade costuma coexistir com a hiperplasia benigna da próstata, que requer tratamento cirúrgico. Este estudo teve por objetivo avaliar a reposição hormonal na correção da deficiência de andrógeno relacionada à idade em pacientes com hiperplasia prostática benigna após cirurgia transuretral. O estudo incluiu 60 pacientes com deficiência de andrógeno (níveis plasmáticos de testosterona abaixo de 300ng / dL) detectada durante na etapa pré-operatória. Os pacientes foram divididos em dois grupos, onde o grupo teste recebeu 50 mg de testosterona em gel por 12 semanas no pós-operatório. No grupo controle, não foi realizada a terapia de reposição de testosterona. Os escores de libido foram avaliados, assim como o nível total de testosterona ao final do tratamento, a incidência de complicações hemorrágicas e infecciosas após a cirurgia, volume da próstata e taxa de fluxo urinário.

Continue lendo

Espermograma: Meu exame está normal?

Espermograma: Meu exame está normal?

Quando falamos em investigação de fertilidade masculina o principal exame que vem à cabeça é o bem conhecido ESPERMOGRAMA. Com ele podemos obter diversas informações a respeito dos espermatozoides ejaculados e fazer diversos diagnósticos importantes para o sucesso ou não da concepção.

A começar pela coleta, é fundamental um período de abstinência anterior ao exame que varie entre 2 a no máximo 4 dias para que possamos analisar o maior potencial de espermatozoides amadurecidos no epidídimo e na vesícula seminal: se o período de abstinência for muito curto a tendência é de poucos espermatozoides na amostra e se for muito longo, suas características de qualidade podem piorar sensivelmente.

Continue lendo

 Como a avaliação hormonal completa pode ajudar o homem infértil?

Como a avaliação hormonal completa pode ajudar o homem infértil?

Hoje em dia um tema que surge frequentemente durante conversas com amigos das mais variadas faixas etárias é a questão do valor de sua testosterona. Todos nós sabemos mais o papel da testosterona no desempenho das atividades diárias do homem, ganho de massa muscular, libido, e por esse motivo cada vez mais homens procuram saber quais seus valores de testosterona e desejam uma suplementação para melhora do desempenho em suas atividades diárias, quer físicas, quer intelectuais ou mesmo melhora do desempenho sexual.

Por outro lado, o estilo de vida do homem moderno, com tendência a ganho de peso, glicemia descontrolada, sedentarismo e alimentação desregrada favorecem progressivamente o hipogonadismo masculino, que é a diminuição justamente dos valores da testosterona desses homens e além dos efeitos da baixa testosterona, ainda ocorre uma alteração da produção de espermatozoides causando a infertilidade.

Continue lendo

A análise do homem e a qualidade embrionária: importância

A análise do homem e a qualidade embrionária: importância

QUAL O PAPEL MASCULINO NA QUALIDADE DO EMBRIAO?

O espermograma é um exame já bem padronizado para avaliação de fertilidade masculina de um casal com dificuldade para engravidar. No entanto, o espermograma como único parâmetro de avaliação masculina não consegue predizer fertilidade, ou seja, existem muitos casais cujo espermograma do marido tem os parâmetros dentro dos limites de referência que não conseguem engravidar!  Seguindo o mesmo raciocínio, casais que passam por métodos de reprodução humana muitas vezes tem insucesso em suas tentativas, com embriões de baixa qualidade que não conseguem gerar uma gravidez, tendo um espermograma normal. É nesse  contexto que a avaliação urológica do marido se torna fundamental.

 Muito embora a avaliação espermática consiga trazer importantes informações sobre o padrão seminal como um todo, mostrando por exemplo quantidade, motilidade e formato, existem diversas informações contidas dentro do material genético dos espermatozoides daquela amostra que podem trazer respostas

Continue lendo

Recente estudo do NEJM – 2016: grupo sob reposição hormonal com menor hospitalização e óbitos

Recente estudo do NEJM – 2016: grupo sob reposição hormonal com menor hospitalização e óbitos

Effects of Testosterone Treatment in Older Men – estudo de segurança/riscos com reposição com testosterona 2016 – New England – resumo por Conrado Alvarenga MD

Testosterone trials investigators – New England J/ M. 2016 dezembro

Effects of Testosterone Treatment in Older Men – estudo de segurança/riscos com reposição com testosterona 2016 – New England – resumo por Conrado Alvarenga MD

Estudo recente do NEJM, de fevereiro de 2016, acompanhou 790 homens por um período de 2 anos, todos com testosterona abaixo de 275ng/dl e com mais de 65 anos de idade. Foram divididos em dois grupos: um grupo placebo e outro grupo que recebeu reposição hormonal com gel, em 12 centros simultaneamente, duplo cego e randomizado. O acompanhamento inicial foi com 3, 6, 9 e 12 meses, com resultados revelando melhora do desejo sexual e ereção no grupo que recebeu testosterona, sem diferença de resultado entre ambos com relação à vitalidade e o mais importante de tudo: após 1 ano e 2 anos do estudo, o grupo sob reposição hormonal, como demonstrado na tabela abaixo do próprio estudo, teve menor numero de hospitalizações e mortes.

Continue lendo

Resumo muito interessante do papel do HPV no sêmen e seus efeitos sobre a fertilidade do homem e do casa

Resumo muito interessante do papel do HPV no sêmen e seus efeitos sobre a fertilidade do homem e do casa

Apresentamos a Carta Molecular do centro de genomas em SP

Abaixo apresentamos a Carta Molecular do centro de genomas em SP

Resumo muito interessante do papel do HPV no sêmen e seus efeitos sobre a fertilidade do homem e do casal:

Obs: não apresentamos qualquer conflito de interesse com tal laboratório.

Continue lendo

Vírus HPV no sêmen: importância atual e a busca pelo tratamento – estamos lidando com uma pandemia?

Vírus HPV no sêmen: importância atual e a busca pelo tratamento – estamos lidando com uma pandemia?

Importância do estudo do HPV no sêmen de casais com infertilidade sem causa aparente e em homens com alteração de motilidade sem outras causas identificadas. O vírus do HPV é a infecção sexualmente transmissível mais comum entre homens e mulheres no mundo. Até hoje, mais de 150 genotipos de HPV foram sequenciados

Continue lendo

Para onde caminha a fertilidade masculina? Com certeza para um destino preocupante!!!

Para onde caminha a fertilidade masculina? Com certeza para um destino preocupante!!!

Recentemente, Joelle Le Moal, pesquisadora francesa e epidemiologista do Instituto Francês de Saúde Publica ( INVS ), co- autora do trabalho com maior número de espermogramas analisados ao longo do tempo em uma determinada região, no caso a França, debateu arduamente no congresso Europeu de Reprodução Assistida os impactos dos resultados de seu trabalho, publicado na revista Human Reproduction

Continue lendo

Hipogonadismo, obesidade e testosterona: veja que estão muito ligados!!!!

Hipogonadismo, obesidade e testosterona: veja que estão muito ligados!!!!

Nos últimos anos temos notado o aumento da prevalência de duas situações clinicas muito indesejadas para os homens: aumento da resistência a insulina, obesidade e hipogonadismo hipogonadotrófico. Em paralelo ao hipogonadismo, podemos notar o aumento da infertilidade masculina!!!

Continue lendo

Azoospermia obstrutiva em homem de 31 anos com espermatoceles bilaterais: caso de outubro de 2016

Azoospermia obstrutiva em homem de 31 anos com espermatoceles bilaterais: caso de outubro de 2016

Relatamos caso da clinica de outubro de 2016, paciente de 31 anos, com azoospermia sem elevação dos niveis de FSH e volume testicular bilateral normal. Programamos biópsia com exploração testicular e no ato operatório identificamos espermatoceles bilaterais.

Continue lendo

Lançamento do livro: Fertilidade e infertilidade para casais e não especialistas – do sonho à realização

Lançamento do livro: Fertilidade e infertilidade para casais e não especialistas – do sonho à realização

No último dia 17 de setembro, na livraria da Vila nos Jardins foi lançado nosso livro com a editora DOC Content. Prefácio: Claudia Collucci da Folha de São Paulo. Nesta obra, os médicos Conrado Alvarenga, Lucas Yamakami, Oscar Barbosa, Renato Tomioka e Sidney Tomyo vão além do trivial, pois oferecem explicações didáticas sobre os principais problemas relacionados à infertilidade e sobre os métodos mais modernos de tratamento.

Continue lendo

Genes associados ao câncer testicular poderão nos auxiliar no futuro e na preservação da fertilidade

Genes associados ao câncer testicular poderão nos auxiliar no futuro e na preservação da fertilidade

O câncer testicular é responsável por 1% de todos os tumores malignos nos homens. O câncer testicular esta diretamente ligado a fertilidade masculina. Sabe-se claramente que homens inférteis são mais propensos ao desenvolvimento de tumores testiculares malignos e que quanto maiores as taxas de infertilidade obviamente maiores as taxas deste câncer.

Continue lendo

Anormalidades genéticas e infertilidade masculina: dicas práticas

Anormalidades genéticas e infertilidade masculina: dicas práticas

Cada espécie existente, seja ela animal ou vegetal, possui um conteúdo cromossômico que é responsável pela hereditariedade das características próprias do tipo de organismo estudado. Estes conteúdos são conhecidos como genomas e dão a cada espécie um número característico de cromossomos.

Continue lendo

A própria obesidade pode reduzir a chance de ter filhos?

A própria obesidade pode reduzir a chance de ter filhos?

E se pais obesos ou mais idosos aumentam a chance de filhos obesos, a própria obesidade não pode reduzir a chance de ter filhos? Sim, e é isso que os urologistas Conrado Alvarenga e Bruno Cezarino nos contam num belo artigo sobre infertilidade masculina e obesidade, mais uma comorbidade relacionada à obesidade que por vezes é negligenciada.

Continue lendo

Taxas mais altas de gravidez observadas em homens com oligospermia grave e captação de espermatozoides testiculares – (quando IFDNA alterado)

Taxas mais altas de gravidez observadas em homens com oligospermia grave e captação de espermatozoides testiculares – (quando IFDNA alterado)

O estudo publicado na conceituada revista Fertility & Sterility em 2015 revela algo muito importante no manejo de casais cujos maridos apresentavam elevado indice de fragmentação de DNA espermático e falha ou insucesso em um ou mais ciclos de FIV (falha em FIVS prévias): nestes casais devemos cogitar e propor o eventual uso de espermatozóides testiculares – TESE ou Micro-TESE.

Continue lendo

Ubiquinol (UBQ10) e sua atuação na motilidade dos espermatozóides

Ubiquinol (UBQ10) e sua atuação na motilidade dos espermatozóides

A coenzima Q10 é sintetizada pela membrana celular, mas pode ser suplementada na nossa dieta. Pode ser frequentemente encontrada nos frutos do mar, carnes vermelhas e vegetais, como bócolis e espinafre.

Continue lendo

Fertilidade: entenda como a vitamina E é importante para a eficácia dos espermatozoides

Fertilidade: entenda como a vitamina E é importante para a eficácia dos espermatozoides

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) estimam que entre 50 e 80 milhões de pessoas no mundo são inférteis. Uma das causas para o problema é a baixa qualidade nutricional da alimentação. Nos homens, o zinco, o ômega 3 e as vitaminas C e E exercem diferentes e importantes papéis na formação e na atuação dos espermatozoides, as células reprodutoras masculinas.

Continue lendo

Alternativas naturais para melhora dos níveis de testosterona: Extratos Botânicos

Alternativas naturais para melhora dos níveis de testosterona: Extratos Botânicos

É possível aumentar a disponibilidade de testosterona livre (benéfico) e compensar os aumentos prejudiciais nos níveis de estrogênio, utilizando extratos botânicos. Esses vegetais funcionam, em parte, por aumentar os níveis de testosterona livre, e também por bloquear a conversão (aromatização) da testosterona em estrogênio. Vamos a alguns deles:

Continue lendo

Obesidade e infertilidade masculina: não há como não associar!!!

Obesidade e infertilidade masculina: não há como não associar!!!

Os antigos escritos de Galeno e Hipócrates já descreviam os efeitos negativos da obesidade. A palavra obesidade é derivada do obesus latim, que significa ”aquele que se tornou gordo através da alimentação. ”Parece ter sido usada pela primeira vez nos escritos de Thomas Venner, em 1620. Como bons observadores que eram, sem maiores recursos há centenas ou até milhares de anos atrás, perceberam também que a infertilidade masculina era um dos efeitos negativos da obesidade, embora não tenhamos provas cabais desta percepcão na época.

Continue lendo

O LAB Medicina Masculina é admitido na Latin America Oncofertility Network – Oncofertility Consortium

O LAB Medicina Masculina é admitido na Latin America Oncofertility Network – Oncofertility Consortium

A organização, ligada ao Oncofertility Consortium internacional – Global Oncofertility Network, é organizada pela Dra. Jhenifer Rodrigues, PhD, Brasil, em colaboração com Dra. Lauren Attaman, diretora administrativa da Global Oncofertility Network e Dra. Teresa Woodruff, PhD a fundadora e diretora do Consórcio Oncofertility, e conta hoje com 25 centros de assistência e/ou pesquisa somente na América Latina, incluindo países como o Brasil, Peru, Chile, Argentina, México e Porto Rico.

Continue lendo

Como interpretar o laudo do FISH espermático: SAT

Como interpretar o laudo do FISH espermático: SAT

Quando recebemos o resultado de uma laudo de SAT ou FISH espermático, algumas duvidas e questões surgem e neste post esclareceremos as principais questões envolvidas no resultado do FISH:

Continue lendo

Importância da correta análise paterna na monossomia do X: a causa isolada mais comum de aborto

Importância da correta análise paterna na monossomia do X: a causa isolada mais comum de aborto

Este inicio de 2016 recebemos dois casais com histórias bastante semelhantes de aborto antes da décima segunda semana de vida fetal. Na verdade, o motivo de perda de ambos os bebês é isoladamente a mais comum causa de abortos: a monossomia do X. As trissomias formam o grupo mais comum, mas a monossomia do X é a causa isolada mais frequente.

Continue lendo

Os verdadeiros suplementos para melhora da fertilidade masculina

Os verdadeiros suplementos para melhora da fertilidade masculina

Neste post fazemos um compilado do que atualmente se usa mais comumente no mundo quando o assunto é: melhora clinica da fertilidade masculina. Não podemos nunca esquecer que qualquer suplemento deve vir acompanhado de mudança de estilo de vida, com perda de peso, cessar do tabagismo, atividade física e menor consumo de álcool.

Continue lendo

“Spermbot”, um futuro promissor no combate a infertilidade masculina

“Spermbot”, um futuro promissor no combate a infertilidade masculina

“Spermbot”, um futuro promissor no combate a infertilidade masculina Uma nova esperança para fertilidade masculina surge. Cientistas alemães desenvolveram um dispositivo motorizado chamado de “spermbot” capaz de dar capacidade de motilidade a espermatozoides lentos ou imóveis.

Continue lendo

Moderno exame da investigação da infertilidade masculina: Teste de aneuploidias espermáticas nos cromossomos: 13, 18, 21, X e Y/FISH

Moderno exame da investigação da infertilidade masculina: Teste de aneuploidias espermáticas nos cromossomos: 13, 18, 21, X e Y/FISH

O que é o teste SAT? 

Muitos o chamam de FISH na prática clinica. O teste de aneuploidias espermáticas (SAT) é um teste diagnóstico para estudar a etiologia genética da infertilidade masculina. Em particular, este teste, avalia a porcentagem de espermatozóides com anormalidades cromossômicas em uma amostra de sêmen.

Continue lendo

Reposição hormonal com testosterona não promove câncer de próstata.

Reposição hormonal com testosterona não promove câncer de próstata.

Desde inicio da década de 70, a terapia de reposição com testosterona (TRT) sempre esteve carregada de receios e medos com relação a eventual papel promotor ou acelerador do câncer da próstata. Recentemente esta receio caiu por terra, e novos receios e discussões tomaram o lugar do medo com relação ao câncer de próstata.

Continue lendo

Cigarro não combina com fertilidade no homem

Cigarro não combina com fertilidade no homem

É de conhecimento da maioria da população que o fumo é causa de muitas complicações na saúde do ser humano, principalmente problemas no trato respiratório e câncer (de boca, pulmão, laringe, etc). Porém o que muitos talvez não saibam é que o cigarro também é um vilão para a fertilidade e para a sexualidade masculina. Para se ter uma idéia simples: Homens e mulheres fumantes têm 3 vezes mais chances de sofrerem de infertilidade que não fumantes.

Continue lendo

A carga viral do HIV indetectável no sangue não significa carga indetectável na amostra de sêmen

A carga viral do HIV indetectável no sangue não significa carga indetectável na amostra de sêmen

Pesquisadores da Universidade de Connecticut revisaram alguns estudos que mediram a carga viral no sangue e no sêmen ao mesmo tempo. Eles examinaram a correlação entre a carga viral dos dois fluidos e os fatores que a afetavam.

Continue lendo

A idade dos pais está ligada diretamente ao risco de autismo para os filhos.

A idade dos pais está ligada diretamente ao risco de autismo para os filhos.

Filhos de mães adolescentes, de pais com mais de 10 anos de diferença de idade entre si e de casais com mais de 40 anos correm mais risco de desenvolver autismo. Este é o resultado do maior estudo multinacional já realizado relacionando idade dos pais e risco de autismo. Os pesquisadores analisaram dados de mais de 5,7 milhões de crianças nascidas entre 1985 e 2004 em cinco países diferentes – Dinamarca, Israel, Noruega, Suécia e Austrália.

Continue lendo

Avaliando amostras seminais com baixa concentração de espermatozóides

Avaliando amostras seminais com baixa concentração de espermatozóides

Nos últimos anos, estudos de diversos países, inclusive o Brasil, concluíram que a qualidade e quantidade dos espermatozóides no sêmen dos homens estão diminuindo gradativamente. Essa diminuição de espermatozóides no líquido seminal é chamada de oligospermia e esse diagnóstico é baseado na história clínica e na avaliação laboratorial microscópica do sêmen.

Continue lendo

Testosteronas injetáveis parecem carregar maior risco quando comparadas com o uso em gel: Estudo do JAMA 2015

Testosteronas injetáveis parecem carregar maior risco quando comparadas com o uso em gel: Estudo do JAMA 2015

Em estudo recente do JAMA, revista de fortíssimo impacto da associação americana de medicina, departamentos de três Universidades americanas estudaram a segurança de cada via para administração de testosterona e compararam seus efeitos com o intuito de se buscar a cada dia a via mais segura de administração do hormônio para fins de reposição hormonal.

Continue lendo

Fresquíssimo trial do BJU comparando Enclomifeno versus Gel de Testosterona: o novo T. Booster para jovens, que atua perfeitamente no hipogonadismo sem afetar a fertilidade: Androxal®

Fresquíssimo trial do BJU comparando Enclomifeno versus Gel de Testosterona: o novo T. Booster para jovens, que atua perfeitamente no hipogonadismo sem afetar a fertilidade: Androxal®

Agora em meados de junho de 2015, Edward Kim, da University of Tennessee Medical Center in Knoxville, publicou no BJU último trial comparando os efeitos do enclomifeno (Androxal®) comparado com o uso de testosterona gel em homens. E os efeitos são realmente interessantíssimos !!!!! O citrato de clomifeno na verdade é uma mistura de dois isômeros: 38% de zu-clomifeno e 62% de enclomifeno, cada um com propriedades farmacológicas muito distintas.

Continue lendo

Temas e novidades debatidas sobre fator masculino nos resultados da reprodução assistida, em Baltimore – 2015

Temas e novidades debatidas sobre fator masculino nos resultados da reprodução assistida, em Baltimore – 2015

Highlights ASRM 2015 – Fact Sheets Masculino

Temas e novidades debatidas sobre fator masculino nos resultados da reprodução assistida, em Baltimore – 2015.

Continue lendo

Anormalidades genéticas e infertilidade masculina: o que devemos saber?

Anormalidades genéticas e infertilidade masculina: o que devemos saber?

Cada espécie existente, seja ela animal ou vegetal, possui um conteúdo cromossômico que é responsável pela hereditariedade das características próprias do tipo de organismo estudado. Estes conteúdos são conhecidos como genomas e dão a cada espécie um número característico de cromossomos.

Continue lendo

Tratamento clínico de Azoospermia após 17 anos de uso de esteróides: relato deste interessante e recente caso

Tratamento clínico de Azoospermia após 17 anos de uso de esteróides: relato deste interessante e recente caso

Relatamos mais um interessante caso da clínica e compartilhamos neste post alguns detalhes importantes do acompanhamento deste paciente de 31 anos de idade, piloto de avião comercial, que nos procurou a primeira vez na clinica por azoospermia. Sua história clinica apresentava dado muito intrigante: aos 14 anos sua mãe o levou a um médico que passou a lhe prescrever Deposteron® (esteróide anabolizante), sem estar muito claro hoje o motivo principal do uso de androgênios tão precocemente e sem ter discutido na época os prós e contra do tratamento.

Continue lendo

Reversão de vasectomia ou Punção + FIV ? – dicas e comentários práticos

Reversão de vasectomia ou Punção + FIV ? – dicas e comentários práticos

Aproximadamente 5% dos homens vasectomizados procurarão um urologista com o interesse de restauro da fertilidade, sejam motivados por um novo relacionamento, pela perda de um dos filhos ou pela mudança nos planos de vida. A demanda pela reversão de vasectomia vem aumentando pelo mundo, talvez acompanhada paralelamente pelo aumento da proporção da escolha da vasectomia como método de eleição para contracepção.

Continue lendo

Quantas amostras devo congelar antes da quimioterapia?

Quantas amostras devo congelar antes da quimioterapia?

Com o avanço da medicina no tratamento para os linfomas, cânceres testiculares e outros tipos de câncer, o prognóstico e a sobreviva têm melhorado muito nos últimos anos.

Continue lendo

Importância de realizar o exame “Índice de Fragmentação do DNA Espermático” como exame complementar ao Espermograma

Importância de realizar o exame “Índice de Fragmentação do DNA Espermático” como exame complementar ao Espermograma

Hoje em dia é muito comum ouvir falar em casais que não conseguem engravidar pelas mais diversas causas. É sabido que em 40% desses casos, os fatores são masculinos. Porém, nem sempre só o exame de espermograma completo conseguirá desvendar o problema.

Continue lendo

Queda da fertilidade masculina impulsiona reprodução assistida

Queda da fertilidade masculina impulsiona reprodução assistida

Recentemente, Joelle Le Moal, pesquisadora francesa e epidemiologista do Instituto Francês de Saúde Publica ( INVS ), co- autora do trabalho com maior número de espermogramas analisados ao longo do tempo em uma determinada região, no caso a França, debateu arduamente no congresso Europeu de Reprodução Assistida os impactos dos resultados de seu trabalho, publicado na revista Human Reproduction, revista de forte impacto da área da reprodução assistida.

Continue lendo

Declínio da qualidade do sêmen pelo mundo: um problema de saúde pública deixado de lado

Declínio da qualidade do sêmen pelo mundo: um problema de saúde pública deixado de lado

Recentemente, Joelle Le Moal, pesquisadora francesa e epidemiologista do Instituto Francês de Saúde Publica ( INVS ), co- autora do trabalho com maior numero de espermogramas analisados ao longo do tempo em uma determinada região, no caso a França, debateu arduamente no congresso Europeu de Reprodução Assistida os impactos dos resultados de seu trabalho, publicado na revista Human Reproduction, revista de forte impacto da área da reprodução assistida.

Continue lendo

Anabolizantes e seus efeitos devastadores sobre os homens, como tratar

Anabolizantes e seus efeitos devastadores sobre os homens, como tratar

Fonte: Fertility and Sterility®, in PRESS 2014

Nos últimos meses a mídia vem dando enorme destaque ao fato de alguns lutadores de MMA necessitarem de reposição hormonal com testosterona, dos riscos, benefícios e do crescimento deste mercado de hormônios no mundo. Estamos vivendo uma fase de conhecermos melhor cientificamente os reais efeitos positivos e negativos da reposição hormonal masculina e nos próximos anos o conhecimento nesta área se aprofundara mais ainda.

Continue lendo

A presença do vírus do HPV no sêmen: desafios e a busca por uma solução

A presença do vírus do HPV no sêmen: desafios e a busca por uma solução

Mundialmente, estimam-se 32 milhões de novos casos de verrugas genitais por ano. Desse total, por volta de 1,9 milhão de casos ocorre no Brasil, sendo cerca de 90% associados aos tipos 6 e 11 do HPV. Verrugas genitais estão entre as dez principais causas de procura por serviços de saúde no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde.

Continue lendo

Azoospermia induzida por ganciclovir em paciente com dermatomiosite pós pulsoterapia

Azoospermia induzida por ganciclovir em paciente com dermatomiosite pós pulsoterapia

Relato de caso/ Case Report – Conrado Alvarenga MD

Relatamos neste caso a história recente de um paciente da clínica, com evolução abrupta para azoospermia após internação de urgência por quadro infeccioso, como consequência de pulsoterapia para dermatomiosite.

Continue lendo

O Whatsapp e seu papel na relação médico-paciente

O Whatsapp e seu papel na relação médico-paciente

A cor muda para azul. Do cinza, a cor passou a ser azul. Com isso, seu interlocutor já percebeu que a mensagem foi lida. As formas de comunicação modernas vêm mudando rapidamente e, com o whatsapp, a revolução da rapidez e da simplificação da comunicação mostram que vieram para ficar.

Continue lendo


Locais de atuação

Dr. Conrado Alvarenga


Membro da Divisão de Urologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Localização


Rua Oscar Freire, 2250
Unidades T8/T9/T10
Oscar Freire Office São Paulo

Fale conosco


(+55 11) 3081-6851
conrado@conradoalvarenga.com.br